Presidente Juncker relembra solidariedade com vítimas de fogos florestais

O Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, discursou esta manhã na reunião plenária do Parlamento Europeu onde apresentou as conclusões do Conselho Europeu de 19 e 20 de outubro e expôs a Agenda dos Dirigentes.

No seu breve discurso, o Presidente Jean-Claude Juncker dedicou especial atenção aos fogos florestais que atingiram há uma semana Portugal e Espanha: «Gostaria, em primeiro lugar, de relembrar o nosso sentido de solidariedade para com a tragédia que Portugal e Espanha acabaram de atravessar. Estes terríveis incêndios chocaram-nos e interpelaram-nos, tal como as chuvas torrenciais que atingiram há alguns meses os três países bálticos. A solidariedade é uma virtude essencial da nossa União e quando um de nós se vê confrontado com dificuldades é evidente, necessário e elementar que a União Europeia venha em ajuda daqueles que sofrem. Por este motivo, encarreguei o Comissário Stylianides de refletir no prazo de um mês, e em todo o caso até ao fim do ano, na remodelação e numa nova articulação dos nossos mecanismos de proteção civil que não estão a funcionar a cem por cento. Não é normal que, quando um incêndio se declara num domingo de manhã em Portugal, tenhamos de esperar até quarta-feira à noite para ver chegar o primeiro avião de ajuda europeu. Temos de acelerar o processo. Até lá, iremos ativar, após verificar a sua aplicabilidade, todos os mecanismos do Fundo Europeu de Solidariedade para Portugal, Espanha e os três países bálticos».