Portuguesa no Grupo Europeu de Ética para as Ciências e as Novas Tecnologias

A Comissão Europeia relança hoje oficialmente o Grupo Europeu de Ética para as Ciências e as Novas Tecnologias (EGE), nomeando 15 membros de reputação reconhecida, entre os quais se encontra o nome da portuguesa Ana Sofia Carvalho, Professora de Bioética e Diretora do Instituto de Bioética da Universidade Católica Portuguesa e membro da Cátedra UNESCO em Bioética (2014-2017).

Grupo Europeu de Ética Este Grupo aconselhará, assim, a Comissão Europeia em todos os domínios políticos onde as questões éticas, societais e de direitos fundamentais se cruzam com o desenvolvimento da ciência e das novas tecnologias. A decisão que criou este Grupo foi tomada pelo Presidente da Comissão, Jean-Claude Juncker, e pelo Comissário Carlos Moedas, responsável pela Ciência, Investigação e Inovação.

Os membros foram selecionados de entre os mais de 200 candidatos que responderam ao convite público a uma manifestação de interesse. O processo de seleção foi conduzido com o apoio de uma comissão externa de identificação, encarregada de garantir um elevado nível de experiência e um bom equilíbrio em termos de competências, experiência, conhecimentos e diversidade geográfica, de género e etária.

O Grupo reunirá pela primeira vez em 24-25 de abril de 2017, altura em que se encontrará com o Comissário Carlos Moedas e refletirá nos tópicos mais pertinentes para os seus primeiros pareceres. O Grupo reporta diretamente ao Presidente da Comissão, Jean-Claude Juncker, e ao Colégio de Comissários na sua globalidade e atuará sob a responsabilidade direta do Comissário Carlos Moedas.