Portugal ocupa o 15º lugar no índice IDES de 2017

O país melhorou a sua pontuação no índice de digitalidade da economia e da sociedade IDES de 2017 em todas as categorias, com exceção dos serviços públicos digitais. Os maiores progressos registaram-se na adoção da banda larga fixa e móvel (Conectividade), bem como na utilização das tecnologias digitais por parte das empresas. A melhoria dos níveis de competências digitais da população é o maior desafio de Portugal.

O índice de digitalidade da economia e da sociedade é um índice composto que mede o progresso digital através de cinco elementos:
1 Conectividade – Banda larga fixa, banda larga móvel, velocidade e preços da banda larga
2 Capital humano – Utilização da Internet, competências digitais básicas e avançadas
3 Utilização da Internet – Utilização de conteúdos, comunicações e transações em linha pelos cidadãos
4 Integração das tecnologias digitais – Digitalização das empresas e comércio eletrónico
5 Serviços públicos digitais – Administração pública em linha

O Índice de Digitalidade da Economia e da Sociedade (IDES) mostra que:

  • A conectividade melhorou, mas continua a ser insuficiente para fazer face às necessidades futuras;
  • A UE dispõe de mais especialistas digitais, mas continua a existir um défice de competências;
  • Os europeus estão cada vez mais digitais;
  • As empresas estão mais digitais e o comércio eletrónico está a crescer, embora lentamente;
  • Os europeus utilizam mais os serviços públicos em linha.

Fique a conhecer o perfil de Portugal neste link.