Dia da Igualdade Salarial

Atualmente, a remuneração horária média das mulheres na Europa é 16,3 % inferior à dos homens. O Dia Europeu da Igualdade Salarial, que este ano se comemora a 3 de novembro, assinala o momento em que as mulheres efetivamente deixam de ser pagas em comparação com os seus colegas homens, quando restam quase dois meses para terminar o ano.

O Primeiro Vice-Presidente Frans Timmermans, a Comissária Marianne Thyssen e a Comissária Věra Jourová declararam:

«A igualdade de géneros, incluindo a igualdade de remuneração entre homens e mulheres, é um dos valores fundadores da UE. Mas está ainda longe de ser uma realidade. Nos últimos anos, o fosso salarial entre os géneros no essencial não mudou. Isto significa que as mulheres trabalham de graça durante dois meses por ano em comparação com os seus colegas homens. Trata-se de uma injustiça chocante e inaceitável na Europa do século XXI.»

O Pilar Europeu dos Direitos Sociais, que será proclamado pelas três instituições da UE em 17 de novembro na Cimeira Social para o Emprego Justo e o Crescimento, confirma o compromisso da UE no sentido de garantir a igualdade de géneros entre os seus cidadãos.

Em 20 e 21 de novembro, a Comissão organiza o seu colóquio anual sobre direitos fundamentais, que tem por tema «Direitos da Mulher em Tempos Turbulentos».