Mais cinco PME portuguesas com financiamento do Horizonte 2020

A Comissão Europeia acabou de divulgar os últimos resultados de mais uma ronda de propostas da fase 1 do Instrumento PME do Programa de Investigação Horizonte 2020. 129 PME inovadoras de 25 países diferentes, incluindo Portugal, foram distinguidas – com um investimento global superior a 6 milhões de euros. Cinco PME portuguesas integram o lote de empresas selecionadas, recebendo cada uma 50 mil euros.

As cinco PME portuguesas selecionadas são:
·        A Enging – Make Solutions, Lda, de Oliveira do Hospital, foca a sua atenção nos motores elétricos, um dispositivo crucial que gera aproximadamente 40% da energia consumida à escala global. Devido à sua relevância na indústria, construiu uma ferramenta que permite prever falhas de segurança e operacionais nos motores – aumentando a produtividade e tempo de vida dos equipamentos, ao mesmo tempo que reduz custos e tempo de paragem.
·        A Nano4Global, Lda, de Lisboa, pretende alavancar as possibilidades de diagnóstico através da nanotecnologia e análise molecular. Desenvolveu para isso uma solução que é tecnologicamente adequada para detetar vírus e agentes patogénicos de forma mais rápida, acessível e com eficiência de custos. Esta ideia poderá motivar uma melhor gestão de epidemias e um reforço das capacidades de análise dos sistemas e profissionais de saúde.
·        A Xarevision, SA, do Porto, permite aos consumidores criar carrinhos de compras personalizados a partir dos seus smartphones – indicando os produtos e quantidades. Através de mecanismos de Inteligência Artificial, a experiência de compra fica personalizada às preferências do utilizador e completamente integrada com os vários sistemas de suporte dos próprios retalhistas.
·        A Pro-Drone, SA, de Lisboa, apercebeu-se dos elevados custos associados à manutenção e inspeção das turbinas eólicas. Para otimizar o processo, criou uma plataforma que utiliza veículos aéreos não tripulados para realizar esta tarefa. Assim, consegue reduzir o tempo de inspeção em 6 vezes e poupar cerca de metade do financiamento dedicado a esta componente.
·        A Horizon Behaviour, Lda, da Vidigueira, propõe um serviço digital que permite a hotéis fornecer, aos diversos consumidores, a oportunidade de verificar preços e disponibilidade na plataforma Facebook Messenger. O processo de reserva, check-in, check-out pode também ser inteiramente realizado através deste canal. Desafiando as conhecidas agências de viagem online, a recolha de informação sobre eventos e pontos de interesse no local que o cliente está a visitar também é outro atributo desta aplicação.

Nesta fase do Instrumento PME, cada projeto pode receber até 50 mil euros. O objetivo é que cada PME prepare uma proposta de negócios para uma ideia que tenha potencial disruptivo, estudando a viabilidade do conceito proposto. Para além do estímulo financeiro, as empresas também recebem até três dias de aconselhamento personalizado e outros serviços de apoio à gestão e criação de negócios.

Desde o lançamento do programa a 1 de janeiro de 2014, foram selecionadas 2.337 PME para financiamento ao abrigo da Fase 1 do Instrumento PME, 62 das quais portuguesas. A próxima data-limite é 6 de setembro de 2017.